5 dicas para não errar na decoração com tapetes

Tapetes trazem conforto e aninho ao lar. Esta é uma afirmativa amiudado de decoradores e arquitetos. Porém é necessário ter em mente que um alcatifa mal aplicado pode fazer a sensação de abominoso estilo e desleixo no local. Parece simples adotar um alcatifa? Parece, porém não é.

Saiba mais sobre decoração aqui!

Tapetes delimitam ambientes e facilitam na momento de assumir opinião os móveis. É constantemente fundamental julgar no forma de alcatifa de acordo com a necessidade e consumo que ele ter á no cômodo. Deve-se provocar em conta em qual local da casa a peça ser á colocada e como é cotidiano da família. Isto pode abalizar, por adágio, se o alcatifa possui que ser mais robusto, acetinado ou mais fácil de apurar.

 

 

 

 

 

 

 

 

Os tapetes, em maior parte, são divididos em duas linhas, a ensejo à mão, com produtos exclusivos e que precisam de afazeres especiais na momento da higienização, e as feitas à máquinas, que também contem ótimo qualidade e são recomendados para o dia a dia. Para não ter cinca na momento de adernar e adotar o que melhor cai bem, o alarife Fabrício Forg ensina cinco dicas essenciais.

1) TAMANHO

alcatifa pode ser empregado como limitador do local, facilitando visualmente no qual começa e termina a dependência, ou inclusive a circulação asserção em um espaço. Porém, a atenção precisa ser declive no hora de abrir a indicador ideal do alcatifa. No caso das salas de estar ou TELEVISÃO, o acertado é que o alcatifa esteja cacuri de 20 cm – ou mais – abaixo de cada um dos móveis que compõ em o local. Em espaços de circulação como corredores no qual não há móveis, o alcatifa precisa abarcar o local preservando pelo pouco 20 cm para se analisar o andar existente em todos os lados.

2) FORMATO

Em tempos de liberdade na decoração não há regras quanto ao formato do alcatifa. Inclusive dessa maneira, ambientes clássicos também dão preferência aos modelos quadrados, valendo a arquétipo nº1, quanto ao dimensão da peça. Querendo abalançar-se um pouco, optar um alcatifa balofo ou um modelo um pouco menor deslocado da composição dos móveis pode apontar a sua decoração, contanto que o modelo adotado seja uma peça digna de contatar a atenção, um construtivo sofisticado como um alcatifa árabe ou com uma aparência descolada.

3) CONSISTÊNCIA

 

 

 

 

 

 

 

 

É bastante desconfortável andar e tropeçar no alcatifa por causa de à sua consistência. Mais também é utilizar um modelo com ardil grossa em um local que requer conforto, como uma dependência de TELEVISÃO. A orientação é utilizar os modelos de gramatura mais baixa em lugares de citado circulação e no qual o contato com o alcatifa não ser á citado. Já, para os lugares no qual estaremos mais tempo sentados, não mexeremos em ancas e circularemos pouco, os mais altos são uma delícia. E para o caso de utilizar os modelos com mais volumes de pelos, atenção com indivíduos que contem complicações alérgicos.

4) DESENHOSO

padrão do alcatifa também precisa ser alcançado em conjunto com as texturas, estampas ou cores existentes na decoração. Em alguns concepções, o caso de amor com a aparência do alcatifa é tão forte que o projeto se desenvolve a partir dele, porém no maior parte, a escolha desta aparência é um dos últimos produtos a serem definidos. Sendo dessa maneira, rápido em conta as cores e os apresentações escolhidos para a decoração na momento de optar por um modelo Kilim, Aubusson ou Rústico.

Os com estamparia mais marcantes são verdadeiras obras de arte, e como acabam determinando a personalidade do local, precisam ser apresentados no décor, tomando o atenção de utilizar mesas de centro mais leves. Já os mais rústicos ou com desenhos mais simples não comprometem em nada a decoração, podendo ser empregado com mais amenidade


Alimentos que ajudam a fortalecer as unhas

Além da parte estética as unhas refletem como está a nossa saúde e alimentação. Manter as unhas fortes e saudáveis é tão importante quanto garantir as boas condições da pele e cabelos, que muitas vezes são os fatores que mais preocupam.

 

 

 

 

 

 

 

 

A aparência das unhas depende do cuidado que damos às mãos e a alimentação que temos. Quando há deficiência de alguns nutrientes na dieta, é provável que as unhas sejam a primeira parte do corpo a refletir, devido a sua fragilidade e quebra.

Unhas que são saudáveis possuem cor uniforme, superfície lisa, espessura normal, crescimento regular e não quebram com facilidade. Quando alguma alteração é percebida em qualquer um desses aspectos, é um sinal de que está faltando vitaminas, minerais e proteínas suficientes para o organismo.

Conheça a seguir alguns alimentos que ajudam a fortalecer e deixar as unhas bonitas.

Alimentos

Nossas unhas são compostas pela proteína queratina, e necessitam de vitaminas, minerais e proteínas para seu crescimento e reparação. Portanto, é necessário incluir em sua dieta alguns alimentos, para melhorar a saúde das unhas.

Levedura de cerveja

É digerido facilmente e usado quase por completo pelo corpo, além de ser rico em proteínas e vitaminas do complexo B.

Nozes e amêndoas

Fornecem uma boa dose de ácidos graxos essenciais ômega 6 e 3, além de selênio. Nutrientes que dão boa aparência às unhas e fortalecem.

Frutas vermelhas

Possui uma quantidade alta de vitamina C e antioxidantes, o que fortalece as unhas e evitam a fragilidade.

Ovo

O ovo é o alimento mais completo, ele é rico em proteínas e gorduras saudáveis, possui biotina que é uma das principais vitaminas para ter pele, unhas e cabelos, fortes e saudáveis.

Frango

O frango é necessário em qualquer dieta, seja para emagrecer ou ganhar massa muscular, pois ele possui a proteína animal que necessitamos e colágeno.

Suplementos

Alguns suplementos são indicados para quem tem problemas com a fragilidade e crescimento demorado das unhas, como exemplo, os suplementos de Biotina, que é um dos componentes essenciais para cabelos, pelo e unhas. Mas, vale lembrar que a suplementação é um complemento e não substituto para as necessidades nutricionais. Sendo assim, os alimentos não devem ser deixados de lado.

Esses são alguns dos alimentos que ajudam a deixar as unhas mais fortes e saudáveis, mas é preciso lembrar-se de beber bastante água, e realizar cuidados diários para unhas fracas.

 


Pinturas em tecido

Dicas para vender artesanatos

Primeira dica

É falar para todo mundo que você está fazendo artesanato eu sei que muita gente tem vergonha de falar tá mexendo com artesanato na área pelo bem de todas as pessoas do que para as próprias amigas não os seus amigos os seus familiares serão seus primeiros clientes serão um teste do inmetro vão falar se a peça bonitas ou feias não deixa com isso te abalar é bom porque cada vez você vai aprimorando e vai ficando cada vez melhor peça de forma profissional. Quando alguem perguntar o preço fale o valor fala que fez com tanto carinho com amor e demorou bastante tempo para confeccionar.

Veja tambem: pintura em pano de prato para iniciantes

Segunda dica

Faça uma peça bem bonita para você mas nem cogita mesmo capriche na peça e aonde você for leva junto e aproveite e dentro dessa peça que você coloca uns cartões com seu numero de telefone mesmo que você não tenha logo as coisas que você gosta e com certeza você vai acrescentar na sua logo manda fazer o seu cartão e deixe para as pessoas quando alguém falar que peça linda você fala foi eu que fiz aceito encomendas se você quiser encomendar eu aceito combinar pode ser uma venda.

Terceira dica

Venda na feira de sua cidade, essa pode ser uma grande oportunidade, na feira geralmente vai pessoas que são interessadas em artesanato. uma sacada é você anunciar no facebook as suas peças e falar que vai vender na feira, assim as pessoas sabem onde te encontrar.

Quarta dica

Você procurar lojas que trabalham no ramo, por exemplo se você produz peças para bebes então vai em busca de lojas que vendem artigos para bebe, você conversa com os donos e deixa algumas peças lá para vender, depois de uma semana você volta e ve se deu certo, essa é uma ótima opção.

Veja tambem: pintura em tecido iniciantes

Quinta dica

Tenha o controle de suas vendas e de seus gastos com a compra de seus produtos, para o calculo de sua peça você precisa levar em consideração a quantidade de material que vai utilizar mais a mão de obra, entenda que o material é tudo que você usar para fazer a peça, tipo fita, cola, linha, tecido, botões.

É muito importante que você saiba exatamente quanto custa a sua peça pronta porque se você não tiver esse controle você pode acabar tendo prejuizo, e isso é muito fácil de acontecer basta você não ter o controle dos seus gastos.

Então essas são algumas dicas para você espero que te ajude.


Pedagogia empresarial: você sabe o que é?

A pedagogia empresarial tem como fundamento aperfeiçoar pessoas e ideias, a partir de um objetivo definido que trará ganhos ao desenvolvimento profissional e pessoal do funcionário e da própria empresa, para gerar melhores resultados, satisfação e aperfeiçoamento do ambiente de trabalho.

O nome é estranho, já que pedagogia vem de ensino de algo, educação e quando em conjunto com “empresarial” parece que ambas as coisas não combinam, mas isto é um engano, principalmente hoje, onde as empresas buscam sempre aperfeiçoamento e qualidade em tudo que seus funcionários realizam.

A pedagogia empresarial tem como fundamento aperfeiçoar pessoas e ideias, a partir de um objetivo definido que trará ganhos ao desenvolvimento profissional e pessoal do funcionário e da própria empresa, para gerar melhores resultados, satisfação e aperfeiçoamento do ambiente de trabalho.

O pedagogo empresarial tem um importante papel, por meio de sua personalidade e conhecimento ensina os demais de maneira criativa e flexível através de treinamentos, cursos, palestras, avaliações e observações, sempre visando a educação construtiva.

Sempre articulando com todos os setores da empresa, para gerar assim maior integração, ele valoriza o conhecimento de cada um independente da função que eles possuem dentro da corporação e ainda visa seu potencial de crescimento e valores referenciais em sua conduta.

Perfil de um pedagogo empresarial

 

Comunicativo: como será um articulador dentro da empresa, lidando e interagindo com diversos setores e escalões, todo pedagogo deve gostar de se comunicar e lidar com pessoas, conhece-las para então conseguir elaborar a melhor estratégia de desenvolvimento pessoal no âmbito empresarial.

Formado em humanidades: é importante ter alguma formação teórica em humanidades, filosofia, psicologia ou demais áreas, o que proporciona melhor preparo para criar projetos e estar bem direcionado com o que faz dentro da empresa, principalmente no setor de recursos humanos.

Crítico: precisa ser observador, criterioso e realista para logo cedo já perceber o perfil da empresa onde trabalha, sabendo como é sua cultura e a melhor forma de prosseguir para atingir os objetivos propostos aos funcionários.

Criativo: terá sempre de se renovar criando novas estratégias e maneiras de ensinar para não desestimular ou desinteressar as pessoas com quem irá articular, então aqueles que não se identificam com a características dificilmente se tornarão bons pedagogos.

Além disso, como o mercado está em constantes mudanças, o profissional deve estar antenado as principais tendências e inovações que surgem no país e no mundo para melhorar o relacionamento empresa, colaboradores e clientela.

Importância de implantar pedagogia

 

Os resultados são logo notados quando a empresa adota a política de ensinar, aprimorar e desenvolver com os colaboradores não apenas de maneira profissional visando lucro e qualidade, mas também o desenvolvimento pessoal, com exposição a novas culturas, valores éticos e morais que o transformam positivamente.

Por isso, cada dia mais está sendo requisitado um profissional formado em pedagogia, que esteja voltado para o modelo de ensino adaptado para as corporações por reconhecimento a função de que tem dentro da empresa.

Com melhores maneiras de treinamento e seleção dos colabores no setor de recursos humanos, os funcionários acabam sendo melhor preparados para o papel que desempenharão na empresa.

A produtividade e qualidade do serviço é uma consequência quando há respeito, motivação, empenho e orgulho daquilo que se faz, isto devido a um ambiente de trabalho mais harmônico, ágil, inteligente e humanizado.


Decoração com espelho na cozinha

Os efeitos de decoração que os espelhos podem causar são simplesmente impressionantes, enchem os olhos e também os ambientes. Dependendo da forma como eles forem colocados conseguem duplicar e até mesmo triplicar o tamanho do ambiente.

Pode-se dizer que multiplicar ambientes é uma das principais qualidades dos espelhos, por isso nos dias atuais eles estão sento utilizados na decoração de salas pequenas, quartos pequenos, banheiros apertados, corredores de entradas e até mesmo em cozinhas.

 

 

 

 

 

 

Se você pensar em revestir a parede com espelhos, o resultado será profundidade e amplitude. Uma parede revestida de espelhos vai ser o centro da atenção na decoração e disfarçar cantos inconvenientes. Mas lembre-se que deverá ficar em um lugar longe do alcance da gordura do fogão, pois se não for limpo corretamente pode manchar.
Os espelhos além de ampliarem a cozinha pequena podem funcionar também para valorizar algum canto escuro.

Valorizando ainda mais o ambiente, fazendo com que tenha um ar elegante e refletindo a luz que entra. Tem sido muito recomendado pelos arquitetos, engenheiros e pela vidraçaria porto alegre.

Fazendo com que a cozinha fique ainda mais elegante. Se a sua decoração for escura na cozinha, aposte em espelhos colocados nos armários, pois darão um maior destaque para todo o ambiente e fará com que
o ambiente fique um pouco menos pesado.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os espelhos podem ser utilizados como decoração em objetos, como tampão da mesa, porta da geladeira, bandejas, porta copos e muito mais. Porém se a cozinha já tem algum espelho ao redor tome muito cuidado para não
sobrecarregar o ambiente e deixar com muito reflexo. Vale a pena ponderar e fazer um planejamento para ver onde será o melhor lugar para colocar os espelhos, sejam eles pendurados ou até mesmo fazendo
parte da decoração ou mobília.

Os espelhos d’água trazem tranquilidade e solenidade. Suas propriedades refletivas levam à uma atmosfera reflexiva e contemplativa. É uma boa pedida para que seja colocado na cozinha, pois é um ambiente onde relaxamos para
poder fazer as refeições. Se a sua cozinha tiver uma mesa e ainda sim estiver um pouco incomodado
com o tamanho do ambiente, você pode apostar em alongar a mesa da cozinha. Colocando a mesa encostada em uma das paredes e apostar em colocar um espelho naquela parede. Dará uma sensação de profundidade maior e também irá alongar a mesa, fazendo com que ela pareça ser maior do que é e o ambiente parecendo um pouco mais amplo e iluminado.

É um ambiente que precisa de muito cuidado, pois se colocar demais pode ficar exagerado e perder toda a elegância que a decoração de espelhos proporciona. Além de já ser um ambiente com mais iluminação, vale a pena apostar também em espelhos foscos.

 

 

 

 

 

 

 

 

Mas lembre de sempre do cuidado e da importância da limpeza dos espelhos, são peças frágeis que requer um cuidado maior para que não tenha manchas. Pois algumas podem sair e outras não, danificando o material e fazendo com que venha ter a necessidade de troca. Por isso verifique qual o espelho será colocado e todas as precauções.


Confira 4 modelos de aparelho de jantar que são tendência!

Confira 4 modelos de aparelho de jantar que são tendência!

A harmonia do aparelho de jantar em sua mesa posta pode parecer um mistério,
mas na verdade você mesmo é capaz de criar esse ambiente de elegância. O
segredo é que não há segredos, apenas confie no seu bom gosto e escolha o
aparelho de jantar que mais combine com você, e com a ocasião especial para
qual o jantar será celebrado.

Aparelho de jantar: praticidade e elegância em sua mesa posta

Separamos aqui 4 dicas de aparelhos de jantar que, além de tendência, também
são maravilhosos e com certeza serão uma joia na sua mesa posta tão especial.

#Dica 1

 

É muito importante saber trabalhar a combinação entre as peças do aparelho de
jantar. Você não precisa utilizar xícaras e pratos da mesma coleção – até porque
algumas lojas vendem as peças separadamente e nem sempre é possível
encontrar jogos iguais; porém deve haver harmonia presente entre elas. Aposte
em peças de modelos muito parecidos (pratos e xícaras com design semelhante)
e cores que combinem bem, como no modelo acima.

#Dica 2

Este exemplo de mesa posta, com aparelho de jantar com detalhes de corais e
design marítimo, é perfeito para um almoço na casa de praia ou mesmo um
almoço em família em um domingo de sol. Os detalhes e as cores remetem ao
mar e dá ao momento aquela sensação de tranquilidade.

#Dica 3

Este aparelho de jantar é uma ótima escolha na hora de montar sua mesa posta
para receber os amigos em um jantar. Uma perfeita oportunidade para unir a
funcionalidade, a sofisticação e uma pegada mais contemporânea.

#Dica 4

Outro fator de muita relevância é a ocasião para a qual você dispôs sua mesa
posta. Seja para reunir a família na comemoração do noivado ou apenas para
receber os amigos em casa, o aparelho de jantar escolhido deve se comunicar
bem com o restante do ambiente, como a decoração e os móveis. Este aparelho
de jantar da imagem acima combina muito bem a sofisticação com a beleza
carioca.

E aí? Gostou das nossas dicas? Agora é só colocar em prática e montar uma
mesa posta incrível!
Deixe seu comentário e compartilhe mais ideias e dicas conosco!

Confira também: Móveis rústicos: aprenda a usar na sua decoração.


10 dicas de decoração super fáceis

Oi gentii,tudo bom?

Hoje eu trouxe para vocês 10 dicas de decoração super  fáceis de reproduzir em casa, escolhi inspirações práticas que podem ser aquele toque que estava faltando no seu cantinho.

Sabe aquela parede branca sem graça que você olha toda noite antes de dormir? Pois é ela mesma que vai ganhar vida hoje.

Tem uma tinta colorida dando sopa por ai?? Pega uma vassoura de palha e segure firme com as duas mãos ,você pode optar por fazer os riscos em linha reta de cima para baixo ou fazer zig- zag, solta a imaginação e a parede já fica toda detalhada e colorida.

1

A segunda opção é fazer molduras na parede com fita adesiva colorida, custam pouquinho e rendem muito, aquela imagem que você ama e não colocou numa moldura ainda hoje tem solução. É só colar a foto com durex nas pontas e enfeitar com as fitas coloridas em volta.

2

Se você tiver um molde de borboletas, coração, estrelas, flores, faça o recorte e dobre ao meio para dar impressão de realismo e cole na parede com uma fita dupla face, fica linda eu garanto.

3

 

Esse exige um pouco mais de tempo, porem é muito simples, faça um molde com lápis, depois pregue os preguinhos por cima da palavra que serviu de molde, finalize ligando os pregos com linhas coloridas, solte a imaginação, não precisa ser palavra pode ser desenhos também .

4

Esse é muito mais fácil e fica lindo além de autentico, pois é feito com suas próprias fotos e de seus amigos, peça para suas amigas escreverem um bilhete pra você e cole junto com as fotos, tem muita ideia pra colocar em pratica com essa inspiração.

5

 

Essa sem duvida eu sempre quis fazer na parede do meu quarto, você só precisa de papel contact da sua cor preferida e tesoura. Recorte as bolinhas e cole na parede. Fácil demais né, não tem desculpa pra deixar a parede sem graça.

6

Ainda com contact ou ate mesmo fita colorida você só precisa desenhar  formas geométricas por toda a parede. Fica ótimo no escritório e atrás da cama.

7

 

Não quer fazer as bolinhas?? Que tal esses símbolos de +? Ou cruzes….poderia ser ate triângulos ou retângulos ou zig zag…:P

8

 

Ahh você lembra do quadro com preguinhos que falei ali em cima? Que tal fazer um mural na parede?

9

 

Pra finalizar, parede tem espelho de tomada, eles são tão sem graça todo branco ,enfeite o seu com as fitas adesivas coloridas, ficam muito graciosos.

Gosta de estampas florais? que tal ter sua própria flor em casa? cultivar orquídeas é uma ótima opção 🙂

10

E ai qual a sua preferida? Conte aqui nos comentários.

Beijosss

11Visite o Blog www.thabatagarcia.com.br

 


Volta às aulas com estilo

Oi gene, o post de hoje é de uma convidada mais que especial, a Gabriela, ela é do blog Versos em batom  e trouxe dicas incríveis para a volta às aulas <3 mas, antes de tudo, quero deixar uma super dica para ter unhas lindas, é só clicar no link  conferir!

Oi minhas lindas, como estão? Vamos começar montando e pensando no nosso look volta às aulas. A moda na maioria das vezes é nós que fazemos, mas claro sem perder o estilo bem leve e moderno que as faculdades, as escolas… nos trazem. O conforto com as nossas roupas é essencial.

Vou citar aqui algumas dicas rapidinhas e básicas que todo estudante deve saber ou já sabe; para quem já sabe vamos só relembrar.

Acessórios: use-os sempre, dão um charme tanto ao look quando a nós; Relógios, pulseiras, colares, brincos… a escolha é sua. É bem legal também usar tiaras e até headbands ( faixas de cabelos de couro, tecido entre outros) ;

Nada de Salto – é bem legal você ficar à vontade e salto vamos combinar que impede um pouco isso de acontecer, mais para quem gosta fique à vontade de usa-los, pois a moda somos nós que a fazemos; mais aposte mais em tênis, sapatilhas entre outros sapatos confortáveis;

Esquece a chapinha, garota! – É hora de você desapegar um pouco de secadores e chapinhas e deixar suas madeixas mais despojadas; fique à vontade e deixe a neura de querer ficar sempre com o cabelo arrumado; se sinta e seja livre;

 

  1. LOOK VOLTA ÀS AULAS COM CALÇA JEANS
  2. LOOK VOLTA ÀS AULAS COM MOLETOM
  3. LOOK VOLTA ÀS AULAS COM TÊNIS BRANCO
  4. LOOK VOLTA ÀS AULAS COM CALÇAS DE CORES
  5. LOOK VOLTA ÀS AULAS COM SHORTS JEANS
  6. LOOK VOLTA ÀS AULAS COM MOCHILAS
  7. LOOK VOLTA ÀS AULAS COM SAIAS
  8. LOOK VOLTA ÀS AULAS COM VESTIDOS

  9. LOOKS VARIADOS

 

 

Espero que tenham gostado, se inspirem nos looks que com certeza vão arrasar na volta às aulas. E solte sua criatividade, lembre-se você faz sua moda , seja livre e feliz do seu jeito amores!

Gabriela Stefany – Blogueira do www.versosembatom.com Versos em Batom

 


Lingeries inspiradas nas princesas da Disney

Para tudooo!!! É isso mesmo meninas, uma marca de lingerie lancou peças inspiradas nas princesas da Disney, e eu estou como?

Pulando de alegria hahah ja quero todas !! Todo mundo sabe que eu AMOOO tudo que é relacionado a Disney então Quando eu vi essa notícia eu vim correndo compartilhar com vocês *-*

A marca de lingerie Yandy acaba de lançar uma nova coleção sexy inspirada por algumas das princesas mais populares da Disney. Entre elas, Cinderela, Aurora, Elsa, Jasmine e Pocahontas. Com preços que variam entre 24 a 31 dólares (R$ 75 a R$ 97), os modelos fazem o maior sucesso. Confira:

Bela, de “A Bela e a Fera”

O conjunto batizado de Mademoiselle Fantasy Princess Lingerie custa 24 dólares(R$ 75).

Cinderela

look completo, com as cintas-liga, chamado Midnight Curfew Princess Lingerie, custa 25 dólares (R$ 79).

Elsa, de “Frozen”

A lingerie da personagem do desenho Frozen foi carinhosamente batizada de Ice Queen Fantasy Lingerie, e está à venda por 31 dólares (R$ 97).

Ariel, “A Pequena Sereia”

Todas as peças íntimas que compõem o look Underwater Fantasy Lingerie de Ariel custam 24 dólares (R$ 75) no site da loja.

Pocahontas

O conjunto New Land Fantasy Princess Lingerie também está à venda por 24 dólares (R$ 75).

Aurora, de “A Bela Adormecida”

 

A lingerie Sleepless Fantasy Princess Lingerie da Aurora custa 30 dólares (R$ 94) no site da loja.

Jasmine, de “Aladdin”

 

O look de Jasmine chamado Arabian Nights Fantasy Princess Lingerie também custa 30 dólares (R$ 94) no site da loja.

Branca de Neve, de “Branca de Neve e os Sete Anões”

Bastante ousado, o conjunto de lingerie da Branca de Neve foi batizado de Poisoned Apple Princess Lingerie, e custa 27 dólares (R$ 85).

 

O que voces acharam? Me contem aqui nos comentarios!!

 

 

Visite o Blog www.thatacomh.com.br

 


Saiba mais sobre a origem dos parklets

public-parklet

É provável que você já tenha ouvido falar dos parklets – talvez tenha inclusive estado em um, embora não soubesse do que se tratava. Os parklets são como mini praças instaladas em vias públicas, ocupando um espaço equivalente a duas vagas de estacionamento. Acabam se transformando em extensões da calçada e funcionam muito bem como espaço de lazer e convivência. E o melhor: seu acesso é gratuito, livre para qualquer pessoa que estiver passando pela rua. Segundo estimativas, uma média de 300 pessoas circulam em um parklet ao longo do dia, enquanto duas vagas de estacionamento são usadas, em média, por 40 pessoas por dia. Sentiu a diferença?

Neste artigo vamos contar um pouco mais sobre a origem dos parklets. Eles surgiram há algum tempo: em 2005, para ser mais específico, na cidade de São Francisco, nos Estados Unidos. A cidade promove anualmente o Parking Day, evento criado no intuito de conscientizar a população sobre o uso do carro em relação à sustentabilidade.

No Parking Day, diversos artistas e arquitetos são estimulados a repensar o uso do espaço público pela pessoa, reunindo diversos projetos inovadores e sustentáveis. O primeiro esboço de parklet surgiu ali, e era chamado de “Park(ing)”, um projeto desenvolvido pelo estúdio norte-americano Rebar. Ele foi instalado na região central de São Francisco. A ideia, na época, era transformar uma vaga de estacionamento em um “PARK(ing) space”, trocadilho entre parking (estacionamento) e park (praça).

primeiroparklet-EUA

A ideia pegou rápido. Com tamanha aprovação dos cidadãos, não tardou para os parklets despontarem em outras cidades importantes do país, como Los Angeles, Chicago e Nova York. Esses primeiros modelos inspiraram diversos países e logo os parklets ganharam o mundo.

Para instalar um parklet, na época, era preciso criar um projeto piloto como teste antes de qualquer coisa. Depois, era desenvolvido um Manual de Implantação do Parklet, um documento que dialogava com a legislação loca. Aos poucos, cada cidade passou a entender melhor sua estrutura e as melhores formas de acomodar os parklets em espaços públicos. Com isso, as cidades desenvolveram suas próprias regras e normas, que podem mudar conforme as necessidades locais.

Então você se pergunta: e no Brasil, quando os parklets desembarcaram? Eles chegaram ao país só em 2012, ainda no formato de projeto piloto. Nasceu de uma iniciativa da ONG Instituto Mobilidade. O parklet foi implantado algum tempo depois, já com apoio de outras organizações, em 2013, na cidade de São Paulo.

Uma curiosidade: este primeiro parklet foi instalado com todas as autorizações necessárias, mas só foi formalizado como uma ideia experimental. A implementação de novos parklets na cidade de São Paulo só foi regulamentada em definitivo em 2014. Ao longo dos anos, eles foram regulamentados em outras cidades brasileiras – como Goiânia, Curitiba, Belo Horizonte e Porto Alegre – e estão em vias de serem regulamentados em outras tantas! No Brasil, inclusive, já ganharam o nome de “Zonas Verdes” durante a fase de implementação. Um nome que dialoga com toda a proposta sustentável do parklet.

Se compararmos o primeiro parklet com todos os que sugiram depois, a proposta fica ainda mais interessante. Mostra o quanto podemos ajudar nossas cidades a pensarem em sustentabilidade e, ao mesmo tempo, estimular a criatividade dos arquitetos e oferecer um agradável espaço de convivência em lazer em meio ao caos cotidiano.

parklet-ambar-cervejaria

Clique aqui para mais informações sobre parklets