Pronatec e Programa Bolsa família 2019: Entenda mais

O programa Pronatec desenvolvido pelo Ministério da Educação e Governo Federal tem objetivo de oferecer vagas para o Ensino Técnico e Emprego para assim melhorar as condições na entrada qualificada há um trabalho, o Pronatec abrange varias modalidades embora, três tenham prioridade que são as pessoas inscritas no CadÚnico, estudantes do ensino médio da rede pública e os beneficiários do seguro desemprego.
Como o programa é voltado as pessoas com baixa renda, certamente as famílias (Titulares) do Bolsa Família terão a oportunidade de participarem do Pronatec/BSM mas, o titular deve se encaminhar até o órgão municipal responsável pela inclusão das famílias ao CadÚnico.

Titulares do Bolsa Família perderam o benefício ao se matricularem no Pronatec?
Não o benefício continuará sendo repassado as famílias embora, quando o aumento da renda ultrapassar os R$ 140,00 por pessoa, a família receberá um prazo para perda do benefício, assim o Bolsa Família não será imediatamente retirado.
Isso porque os beneficiários do Bolsa Família terão uma porta de saída para conseguir uma qualificação profissional e consequentemente uma renda melhor.
Como se inscrever no Pronatec/BSM?

Quem estiver com interesse deve dirigir-se até a Secretária Municipal de Assistência Social ou uma unidade do CRAS ou CREAS, após a matricula o cidadão receberá um comprovante do curso com detalhes como carga horária, endereço da unidade do curso entre outras informações, é importante ressaltar que a matricula só será confirmada quando o cidadão comparecer à unidade onde irá fazer o curso.

Recadastramento:

Realizar o recadastramento do Bolsa família é de extrema importância para que a família continue a receber o beneficio. Para 2013 a data foi estipulada até 22 de fevereiro, mais pode variar de acordo com o município. Caso o recadastramento do Bolsa família não seja realizado o beneficio pode ser cancelado ou bloqueado. O programa Bolsa Família foi desenvolvido pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e visa dar mais condições as famílias de baixa renda, assegurando, por exemplo, que elas possam comprar alimentos.

Recadastramento do Bolsa Família 2019

O recadastramento do Bolsa família deve ser no órgão responsável do município, indo até a prefeitura é possível saber onde fica localizado. A prefeitura de cada município é responsável pela administração do Bolsa Família na sua cidade. Mas quem recebe, aprova e armazena os dados do recadastramento do Bolsa família é CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal), e é no CadÚnico que as famílias devem ter seus cadastros feitos. Quando a família não fica atenta aos prazos do recadastramento do Bolsa família pode acabar sendo prejudicada, e precisa aguardar um período para fazer novamente. Todo ano, cerca de 1,5 milhão de famílias são inclusas e 400 mil são excluídas.
O Programa Bolsa Família 2019

Criado em 2003, e atualmente com 13,9 milhões de beneficiários o Bolsa Família 2019 é junto com programa como “Bolsa Escola”, “Cartão Alimentação” e “Auxílio Gás”, uma ajuda monetária que o governo dá a sua população para que ela possa ter melhores condições de vida. Conforme esse site, no caso do Bolsa Família 2019, recebe auxilio as famílias que possuam uma renda de até R$ 140 reais por pessoa. Entre R$ 70 e R$ 140 podem receber apenas aquelas que possuam crianças e adolescentes até 17 anos.
Quem tem uma renda por pessoa menor que R$ 70 é considerada em pobreza extrema. O governo chega a pagar um valor que varia de R$ 36 a R$ 306, ele é calculado de acordo com o número de membros familiares e renda. Para se manter no programa, além do recadastramento do Bolsa família é preciso que os filhos tenham uma freqüência mínima de 85% na escola, esteja com a vacinação em dia, entre outros.

Pronatec e Programa Bolsa família 2019: Entenda mais
Avalie Este Artigo